Nova Audi RS 6 Avant: perua de 600 cv é um presentão para celebrar 25 anos da divisão RS

 em News

Danke schön. Se você não fala alemão acho bom aprender estas duas palavras antes de encontrar qualquer pessoa que trabalhe na Audi. “Muito obrigado” é exatamente o que traduz nosso sentimento ao ver a nova RS 6 Avant, que será uma das estrelas do Salão de Frankfurt. A marca, porém, não quis esperar até setembro e já revelou todos os detalhes de sua nova perua.

A RS 6 se destaca pelo design super agressivo com nítida inspiração no A7. A partir de suas linhas podemos imaginar como serão os futuros lançamentos da marca.

Faróis a laser e um design matador: eis a nova RS 6 Avant

A perua traz também muitas referências de conceitos como o e-tron GT, que estreia nas ruas europeias em 2020. Na frente, os faróis com LEDs Matrix e tecnologia laser formam um belo conjunto com a larga grade hexagonal.

Esse é o novo Audi A7 que serviu de inspiração para a frente invocada da RS 6 Avant…

Atrás, o para-choque tem um extrator com desenho pra lá de agressivo e as lanternas se acendem de forma sequencial quando as portas do veículo são destravadas.

… e eis o e-tron GT; descobriu de onde vieram as lanternas da perua?

As rodas de 21 polegadas podem ser trocadas por um conjunto de 22 polegadas, enquanto o sistema de freios de carbono-cerâmica (opcional) vem do Lamborghini Urus.

Família com pressa

Do SUV italiano também vem o motor 4.0 V8 biturbo que entrega nada menos do que 600 cv e 81,6 kgfm de torque máximo.

Trata-se de uma evolução significativa frente aos 560 cv e 76,5 kgfm da geração anterior. Afinal de contas, ser dona de uma marca de superesportivos (a Audi é proprietária da Lamborghini) serve para essas coisas, não é mesmo?

Freios e motor de 600 cv são de origem Lamborghini

Tanta cavalaria faz a RS 6 ir de 0 a 100 km/h em meros 3,6 segundos, ou 0,3 segundo mais rápido do que antes. Se esse número não te impressionou, saiba que a perua precisa de 12 segundos para partir da imobilidade e chegar aos 200 km/h.

Coração italiano: o 4.0 V8 biturbo de 600 cv vem do Lamborghini Urus

A velocidade máxima é limitada eletronicamente a 250 km/h, mas chega aos 305 km/h com o pacote opcional Dynamic Plus. Bom lembrar, inclusive, que a Audi costuma um outro pacote chamado Performance Plus. Se isso acontecer, imagina onde essa brincadeira vai chegar…

Não é só desempenho

A perua também vem recheada de tecnologias. O diferencial autoblocante pode regular a distribuição de torque para até 70% no eixo dianteiro ou 85% no eixo de trás.

O sistema elétrico primário de 48 volts faz dela um híbrido leve, permitindo que a perua rode sem o motor ligado por 40 segundos, aproveitando apenas a energia armazenada nas baterias de íon-lítio. Este recurso atua entre 55 km/h e 160 km/h, desde que uma velocidade constante seja mantida. Assim como outros carros, a RS 6 também pode desativar quatro dos oito cilindros em situações de cruzeiro para poupar combustível.

Olhando assim até dá para pensar que estamos diante de uma perua familiar – só que não

Suspensão a ar é um item oferecido de fábrica, aumentando a altura livre do solo em 20 milímetros para transpor valetas e rampas (algo me diz que vamos usar muito essa função no Brasil…) ou rebaixando a perua em 10 milímetros a partir de 120 km/h.

Já o eixo traseiro esterçante está na lista de opcionais e fazem com que as rodas traseiras virem até 5 graus em direção oposta às dianteiras para auxiliar nas manobras. Em velocidade mais elevadas, elas inclinam até 2 graus no mesmo sentido para ajudar a contornar curvas.

Olhe esse extrator – e acostume-se porque essa será sua visão quando ver uma RS 6 na estrada

O interior traz muito do Q8, o SUV-cupê mais luxuoso da marca e que acaba de chegar ao Brasil. O painel digital com tela de 12,3 polegadas pode ser configurado de acordo com as preferências do condutor e traz gráficos exclusivos da linha RS, como mostrador de força G. Há outras duas telas espalhadas pela cabine: uma de 10,1 polegadas para a central multimídia e outra de 8,6 polegadas para comandos de climatização e demais funções.

Tem tela pra tudo quanto é lado no interior da perua

25 anos de RS

A RS 6 é apenas a criação mais recente da divisão RS, que encanta fãs de esportivos há 25 anos. O primeiro modelo a ostentar a insígnia foi justamente um dos mais icônicos da história da Audi: a RS2 Avant foi feita sobre a perua 80 Avant, mas tinha um motor 2.2 turbo de cinco cilindros em linha com 315 cv.

Retrato de família: as gerações anteriores de peruas RS reunidas para a posteridade

Desenvolvida em parceria com ninguém menos do que a Porsche, ela acelerava de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos e atingia a velocidade máxima de 262 km/h. Foi graças à RS2 que uma linha de memoráveis RS surgiu nas décadas seguintes.

A RS 6 Avant, aliás, será vendida nos Estados Unidos e no Canadá pela primeira vez em sua história. Para celebrar o fato, a fabricante fez um vídeo muito bonito capaz de emocionar até o coração gearhead mais peludo. Fica aí a deixa: quem sabe o TK não troca sua F-150 por algo mais, digamos, familiar. Se é que a gente pode chamar uma RS 6 assim.

 

 

Posts recentes

Deixe um comentário